Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \27\UTC 2011

Com a união de Willys e Ford em 1968, a Equipe Willys foi gradativamente encerrando a sua rica trajetória. Em 1972 surgia então, por iniciativa de Chico Lameirão, após experiência na Equipe Hollywood no ano anterior, a Equipe Bino-Motorádio. Ela participaria de diversas categorias, de F-Ford e F-Vê até Rallye, e manteria em atividade o belo protótipo Bino Mark II .

Recentemente, Claudio Laranjeira divulgou em uma comunidade de entusiastas da Divisão 3 duas fotos que eu ainda não havia visto em cores. Era o então novo time mostrando o seu potencial, divulgando o patrocinador (Motorádio era uma grande fornecedora de rádios automotivos para a indústria brasileira) e mostrando como o automobilismo era encarado de maneira diferente na época. Em outra foto, também divulgada por ele, vemos os heróis que levariam os bólidos às pistas.

Chefiando os mecânicos estava Miguel Crispim, outrora responsável pelos trabalhos na Equipe Vemag

Marcão, Raul, Sergio, Bei, Lameirão, Artur Macioli, Angi, Renê,Crispim, Darcí e Claudio Laranjeira

Agradeço ao amigo Rui Amaral por me apresentar virtualmente para algumas dessas feras.

Read Full Post »

Indiada amiga, está marcado para esse final de semana, no Velopark, a abertura da temporada da Copa Classic RS 2011.

A categoria mais simpática e diversificada do automobilismo gaúcho vem com novidades no regulamento e entre os participantes. No seu site, feito com capricho, encontra-se um belo grid ilustrado dos carros que alinharão nesta primeira etapa.

Com o ingresso custando 10 reais para carros e 5 para motos, é possível acompanhar os dois dias de atividades que envolvem não só a Copa Classic, como também a F3, F1.6 e a Endurance. Aqui encontra-se o cronograma de todas as categorias.

Prestigie o nosso automobilismo.

E truco! …ou pé no porão!

Read Full Post »

Liz Taylor

(1932-2011)

Como o Chico Cougo bem falou no seu twitter, elas estão se indo.

 

Read Full Post »

No dia 27 de outubro de 2010 faleceu Paul Ernst Strähle, piloto nascido em Schorndorf- Alemanha, no ano de 1927. Paul teve sucesso em provas de longa duração, rallyes e subidas de montanha na europa. Em 1956 tornou-se vice campeão europeu de Rallye, em 58 foi campeão alemão e encerrou a carreira em 1963, vencendo os 1000km de Nürburgring pela quinta vez. Virou então chefe de equipe e passou a freqüentar provas de carros antigos com seu modelo 356-A.

Paul ganhou fama aos 27 anos de idade, quando preparou seu usado Fusca split do ano de 1948 e o inscreveu na dura Mille Miglia, edição 1954. A Mille Miglia era um evento que cortava em alta velocidade as estradas da Itália desde 1927, banida após dois acidentes fatais no ano de 1957.

O pacato fusquinha de Paul, apelidado de “O Bravo” (Dapferle), ganhou motor Porsche 1300cc (com dupla-carburação e 65 cavalos de potência). Ganhou também cambio da marca esportiva alemã, bem como os clássicos e grandes freios a tambor dela; teve a sua suspensão retrabalhada e sentou sobre rodas feitas sob encomenda, de 16 polegadas.

Receita semelhante foi utilizada pelo preparador Jorge Lettry no Fusca da dupla paulista Cristian Heins-Eugênio Martins para as Mil Milhas de 1956, mas este manteve o bloco VW para seguir o regulamento; eles só perderam a prova para a carretera gaúcha da equipe Galgos Brancos porque tiveram que trocar o cabo do acelerador no final da prova.

O desempenho do carro de Paul na véspera da Mille Miglia despertou curiosidade dos rivais. Despertou também um processo partido dos pilotos que corriam na categoria abaixo de 1300cc, processo este que levou o carro a ser enquadrado na categoria 1500cc e andar com veículos mais fortes.

Terminou a prova na 43° colocação geral, terceiro na 1500cc, venceria fácil na 1300cc. Completou a prova de 1597km em 14h34min, numa velocidade média de 109.6km/h. Sua performance e seu simpático carrinho verde #347 são cultuados há décadas.

Com a morte de Paul a equipe de restauradores de VWs, chefiado por Gründmann, que tem um museu na cidade de Hessisch Oldendorf (vídeo abaixo), decidiu replicar o carro com a mesma receita mecânica para homenagear o ídolo. Gründmann ficou famoso por comprar e reconstruir o protótipo de 1938 do Fusca, o sexto feito à mão que foi encontrado na Lituânia. Ambos os carros já estão prontos, o #347 atualmente passa por seus testes finais e, após a prova, repousará no museu.

A Mille Miglia 2011 ocorrerá entre 11 e 15 de maio, atravessando regiões italianas numa corrida contra o relógio (regularidade) em estradas que ligam Brescia e Roma. Você pode saber mais sobre o evento clicando aqui. Abaixo uma matéria sobre a edição de 1954, onde infelizmente o #347 não aparece. Os resultados oficiais da edição de 1954 você encontra clicando aqui.

**********

Bibliografia para este post

http://www.thesamba.com

Revista da Porsche de maio/2010, em PDF, que você acessa clicando aqui.

Read Full Post »

Este italiano esteve na Fórmula 1 entre 1979 e 1986, onde defendeu a Shadow, Lotus e Brabham. Seu layout de capacete no modelo Simpson Bandit é uma das coisas mais legais da categoria no começo dos anos 80, inspirou o casco de Alesi anos depois.

Faleceu testando a Brabham BT55 em Paul Ricard, França.

Uma pena eu não ter pego a época do De Angelis.

Read Full Post »

Uma volta num Porsche 904 GTS

O Porsche 904 GTS me ganhou aos poucos. Burro, implicava na semelhança com a Ferrari Dino. Isso antes de saber mais sobre,  e ver esse vídeo…

Ferrari Dino, quem?

Read Full Post »

Volantes velozes da esquadra paulista da Lombardi Racing aceleraram cinco bólidos na abertura do Torneio Interlagos de Regularidade 2011, ocorrido nos dias 12 e 13 de março.

No dia inicial o VW Passat TS #80 de Marcelo Câmara e o Ford Maverick #82 de Rogério Moreno juntaram-se a outros 24 reluzentes clássicos, inscritos na prova que levantou spray do então molhado e descuidado templo de Interlagos.

Em condições de chuva as dificuldades aumentam. O “grip” e a visibilidade diminuem e os tempos escolhidos inicialmente ganham um acréscimo de 30 segundos. Confusão certa aos ponteiros analógicos dos cronômetros de todos os bravos competidores, que precisam redefinir sua tocada e seus pontos de referência.

Marcelo Camara conduziu com maestria seu esportivo oitentista.  “Muitos ao final da prova reclamaram de falta de aderência na pista e várias rodadas aconteceram. Mas o TS estava me passando muita segurança. No final das voltas tinha que tirar o pé descaradamente, pois a pista estava melhorando e você instintivamente começa a acelerar mais.” O #80 finalizou a prova numa brilhante oitava posição, perdendo 44 pontos (como o sétimo).  A escolha ao calçar o esportivo com aros modernos ao invés dos rodados originais mostrou-se ideal.

Rogério Moreno também fez um competente trabalho, segurando no braço a arisca traseira de seu potente esportivo à estadunidense, enquanto pegava a mão da nova mecânica em pista molhada. “Eu escolhi 3min22seg e o carro fazia 3min10seg, perdi muitos pontos”. O #82 finalizou o primeiro dia na vigésima quarta colocação com 575 pontos perdidos.

O sábado teve como vencedor Rodrigo Daprá em um belo Alfa 2300 Ti; bela também foi a agressiva tocada de Eric em seu VW Sedan 1200cc.

No segundo dia foi a hora dos modernos rasgarem o asfalto. 30 carros alinharam, agora com pista seca. Marcelo Salinas e Rogério Moreno voltaram aos trabalhos guiando um Honda FIT e um Fiat Punto, respectivamente. Rodrigo Lombardi alinhou seu Honda Civic #13, estreante em carreiras.

Lombardi levou seu Civic preto à décima colocação, escolheu o tempo de 2min42seg, perdendo apenas 46 pontos no percurso. “Foi a estréia do carro, levei algumas voltas para sentir o comportamento do mesmo e posso dizer que agradou. Alguns ajustes se fazem necessários, mas o resultado foi muito bom. Camaradagem e diversão em primeiro lugar .”


Marcelo Camara finalizou a categoria modernos na décima quarta posição, perdendo 69 pontos, enquanto Rogério Moreno terminou na décima oitava, com 109 pontos perdidos.

A próxima etapa ocorrerá no dia 28/05. Veja aqui os resultados oficiais do evento.

Prestigie o esporte a motor

Comunicação Social – Lombardi Racing Team

http://www.lombardiracing.wordpress.com

@Lombardi_Racing

P.s.: Agradecemos o fotógrafo Pierotti por seus instantâneos.

Read Full Post »

Older Posts »