Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \25\UTC 2011

Tá chegando a hora

Acompanhe os últimos preparativos aqui, com a turma de Passo Fundo.

Read Full Post »

“-Ring-ding-ding-ding-ding!
Foi o que Vettel gritou ao receber a bandeirada do GP da Espanha, logo depois de um “Yabah-daba-duuuuh” igualmente inusitado.
O bordão do sapinho animado, apelidado de “coisa irritante”, comemorou uma bela corrida. Após ultrapassar o companheiro de equipe em uma largada perfeita, superar o espanhol Alonso numa parada de box antecipada e segurar a pressão de Hamilton nas voltas finais, lá estava novamente o alemãozinho no lugar mais alto do pódio.
Apesar de genial, na equipe mais eficaz e organizada e com o melhor carro, as coisas nem sempre são fáceis para o jovem que desponta numa época cheia de talentos já campeões, como Alonso, Hamilton, Button e Schumacher – este último prolongando o fim de sua carreira.
E quando a coisa engrossa, como nas voltas finais em que Hamilton tinha a cada vez mais competitiva McLaren na sua cola, com pneus novos, Kers e Asa Móvel a disposição, a sorte ajuda o carismático piloto da Red Bull – é quase impossível ultrapassar no traçado de Montmelo com a configuração atual dos carros.
Vettel vem fazendo uma temporada perfeita, seguirá incomodando muita gente.
Esta última foto, onde Vettel mostra pro patrão como o sapinho faz, foi surrupiada do ÓTIMO blog F1Corradi

Read Full Post »

Lembram daquele bravo carrinho que estava sendo preparado para a Mille Miglia 2011? (história aqui)

Olha ele todo pimpão largando aí!

Tiro o chapéu para aqueles que fazem as coisas acontecerem, um dia sigo o exemplo dessa turma.

Podemos acompanhar o que rola na competição pelo site:

http://www.1000miglia.eu/inglese/home.html

Read Full Post »

Divido com vocês essa beleza de pôster, criado pelo Rodrigo Lombardi (@lombardi13 no twitter), para a contra-capa de um trabalho que fiz para o curso de História/UFRGS.

O Rodrigo, muito artista, pegou uma foto que tirei no último domingo (2011) e mesclou com uma foto da “visita” que o Seu Breno fez à delegacia do Bairro Tristeza, em 1968. (Abra numa nova janela para melhor visualização)

1968 foi o último ano de corridas nas ruas de Porto Alegre, com Pedra Redonda e Cavalhada-Vila Nova.

Venceram a prova da foto acima, os 500 quilômetros de Porto Alegre, o veterano Chico Landi e um jovem Jan Balder. Eles fecharam as 40 voltas do insano trajeto de 12,5km com uma média de 142km/h (!)

A BMW vermelha voou na liderança e o grande Breno Fornari quase entrou nas celas da delegacia com seu Simca. A velocidade crescia e as ruas estreitavam, Tarumã não tardaria em virar realidade.

Read Full Post »

Lotus Time

Vamos lá:

100T (Piquet) – 94T – 87  – 78 (Andretti) – 57 – 25 – 12
101 – 95T – 88 – 79 –  63 – 33 –  16
102 – 97T – 91 – 80 – 72 ( Emerson) – 43 – 18
107 (Mika Hakkinen) – 98T (Senna) – 92 –  81 – 76 – 49 (Jim Clark) – 21
109 – 99T – 93T  – 86 (de angelis) – 77 –  56 (Turbina) – 24

Uma mais linda que a outra

p.s.: A foto foi achada no fórum da AutoSport, abra numa nova janela para ampliar

Read Full Post »

Aprendi o que é liberdade no alto do Morro do Osso, subindo uma estradinha ao lado da casa em que morei nos meus 12 primeiros anos de vida.

O terreno onde ela foi construída era exageradamente grande, eu nunca podia brincar do lado de fora do espaço murado. Do portão gradeado via as casas dos vizinhos, carros e  a piazada jogando bola – Aquela estradinha que subia pro nada começava depois de uma goleira.

Um dia meu pai apareceu com varetas, papel, barbante, cola e outras coisas que eu via na hora da bagunça, no intervalo da creche. Devia ser feriado, devia estar marcando chuva. Acompanhei todo o processo que transformou os materiais em uma pandorga, certo de que um dia faria a minha. Naquela, o meu “Graal” das pandorgas, apenas colei um R decorativo – Eu e meu pai temos nomes que começam com a letra “r”.

Num daqueles dias seguintes a cola já tinha secado e não havia mais o que conferir no projeto. Felizmente não estava nos planos do pai brincar com ela no pátio de casa, isso me deixava tremendamente excitado. Tudo em mãos, portão aberto, poucos passos e descobria que, depois de onde improvisavam a goleira do futebol, vinha uma subida de 10 minutos – No começo de dezembro os pinheiros de Natal saíam lá de cima para acabar na sala da casa.

Como zumbia o vento no nylon! A pandorga voava mesmo, incrível. Em poucas horas ela tomou forma na cozinha e foi virar brinquedo, num lugar perto de casa onde não havia pressa, medo, muros nem grades. Só vento – Enchi um saco com recortes de jornal, colocava eles na linha e o vento tratava de levar até lá na pandorga.

**********

Engraçado. Lembrei disso tudo ao ver o projeto abaixo, uma beleza de carrinho de fundo-de-quintal, com motor VW 1200cc e Kit Okrasa. Varetas, papel, barbante, cola e outras coisas que eu vejo na hora da bagunça.

Será que o dono tem filho? Será que ele acompanha o projeto? Aonde será que os três vão zumbir com o vento?

Read Full Post »