Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘vencedor’ Category

Faleceu na madrugada desta segunda-feira Wilson Fittipaldi, o “Barão”, aos 92 anos de idade.

Certa vez o “Barão” decidiu transmitir através da Rádio Panamericana a emoção que um piloto sente na pista, dividindo curvas e vencendo retas com os olhos no retrovisor.

Buenas. Era uma corrida de moto – 24 Horas do ano de 1965 – e o “Barão” amarrou todo o seu equipamento numa BMW 600cc. Ao assumir a moto o sr. Wilson Fittipaldi logo sentiu a fria em que se metera – aquilo era muito pesado e impossibilitava a pilotagem. Dane-se o trabalho, pois. Em poucas voltas o “Barão” voava na pista enquanto o seu equipamento de rádio aguardava nos boxes da equipe BMW.

Nessa corrida o “Barão” se acidentaria e não teria sucesso. Mas o processo que ele havia iniciado no final da década de 40 já estava bem encaminhado e prestes a dar grandes frutos. Após retornar da Europa, onde transmitiu o GP de Bari – acelera Chico Landi! – também pela Rádio Panamericana, passou a incentivar o automobilismo em solo brasileiro.

O que aconteceu nos anos 50 e 60 é bem conhecido: Interlagos ganhou corpo, as Mil Milhas se transformaram na prova mais tradicional do calendário, surgiria a CBA, dinheiro, patrocinadores, visibilidade e toda uma geração de pilotos. Entre estes nomes, Emerson e Wilsinho, filhos do “Barão”.

Missão cumprida.

wilson-fittipaldi

Que os dirigentes não-tão-nobres do nosso automobilismo retomem logo o caminhado ensinado, para não ficarmos cada vez mais olhando para o retrovisor em plena reta.

Foto retirada do site  http://sergiomattar.com/

Fonte: Oricchio, Livio. Mil Milhas Brasileiras – 50 anos.

Anúncios

Read Full Post »

Faleceu o neto do homem.

Ferdinand Alexander Porsche, ou Butzi Porsche.

Responsável pelo desenho do amado modelo 911, de 1964, a evolução do projeto que nasceu como 901.

Qual o mérito de Butzi?

Seu avô criou o fusca. Seu pai, Ferry, fundou a Porsche e moldou o imbatível 356. Butzi assoprou a brasa, criando um veículo que não só substituiria o 356 como viria a ser a cara da empresa da família, um modelo que ninguém tem coragem de descaracterizar.

Ele faleceu após 76 anos de vida. Que vida não deve ter tido, não é? Viu seu genial avô sofrer todo o complicado processo após a segunda-guerra e ser reconhecido; viu seu pai começar um dos negócios de família mais marcantes do mundo; viu seu país se reerguer e viu sua cria máxima tornar-se um ícone sobre rodas e um vencedor nas pistas.

Abaixo um vídeo que sempre emociona: Steve McQueen e seu 911, no começo de Le Mans. Se ainda não se apaixonou pelo carro, esta é a hora.

Read Full Post »

BT49

Domingo está chegando. Como aperitivo, o carro que abrirá a festa e um pouco da sua mecânica.

Em 2013 tem mais Piquet, heim.

Read Full Post »