Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘evolução’

Divido aqui uma tese nem tão absurda assim. Eu penso que existe também culpa da Bosch, em uma pequena parte disso tudo.

Sim, jogo nas costas da empresa de Stuttgart um pouco da razão desta cada vez menor amabilidade humana. O pavio está curto demais, o raciocínio comprometido e as coisas boas e simples quase despercebidas.

A tecnologia escraviza o homem.  Aí está uma frase conhecida e batida. Afinal, não somos hoje totalmente dependentes da comodidade surgida ontem? E não optamos por ela, mesmo sabendo que as conseqüências nem sempre são as melhores?

O fato é que, na correria que eu observava no dia-a-dia dos adultos em meus tempos infantis, em alguns momentos notava um gesto de paz e reflexão. Na mesa de jantar, na cerveja em frente à televisão, na pescaria do feriado… Eles existiam e eram válidos.

Mas nenhum chegava perto daqueles que eu percebia durante os três, quatro, talvez cinco minutos que hoje, por culpa da Bosch, não existem mais. A máquina precisava de tempo, o homem o dava.

Ignição virada, afogador ou meia aceleração no pedal, olho no marcador de temperatura e a mente refletindo. Problemas, soluções, planos do dia revisitados e definidos enquanto o ponteiro da temperatura levemente se mexe. A aceleração vai sendo aliviada, testando a lenta do motor até o momento certo de sair.

Injeção eletrônica de combustível. Aí está uma parte do conjunto de motivos da atual falta de trato com o próximo percebida, do motorista que dobra a primeira curva ainda dando o nó na gravata, do cidadão que não respeita simples filas, daqueles que se satisfazem tirando de outrem qualquer tipo de vantagem inútil, de não mais existir a lei natural de que a minha liberdade termina quando começa a do próximo.

Talvez, e ai a minha tese deixa de ser esdrúxula, talvez apenas três, quatro ou cinco minutos de reflexão pela manhã fariam toda a diferença.

Read Full Post »

Neste final de semana ocorrerá o Grande Prêmio de Silverstone de 2010. Agora, a novidade será um trecho criado na parte final do trajeto, que aumentará significativamente o tempo de volta, e dará a possibilidade de mais expectadores na área próxima as novas curvas criadas. A nova seqüencia ganhou o nome de  Arena.

Com a reta criada a média horária da volta subirá. As novas curvas de alta também preocupam os engenheiros e os pilotos, já que o desgaste dos pneus sempre foi um problema nesta pista.

Para aquecer os motores, uma volta com Jean-Pierre Jabouille e seu Renault RS10 na simples, curta e veloz Silverstone do final dos anos 70.

Read Full Post »

Linha do tempo

Divirta-se reencontrando os carros e as pinturas que marcaram determinadas épocas, agrupados em um mural.

Read Full Post »